Multimodal Therapy2Psicoterapia Breve e Abrangente (PBA), também chamada de Psicoterapia Personalista. Seu inventor, Dr. Lazarus, traz muitos anos de experiência como clínico e professor e suas pesquisas e prática produzem segurança no trabalho de quem a emprega e ganho para quem a recebe. “Breve” se refere principalmente ao corte temporal. Existe uma metodologia específica. As técnicas são particularmente intensivas visando extensão e profundidade. A brevidade é definida pelo alcance e enfoque dos problemas abrangidos. A essência da terapia breve é: 1) boa relação custo-benefício; e 2) o tratamento deve ser “personalizado”. Os objetivos a serem atingidos são traçados mutuamente entre terapeuta e cliente, dentro do Sistema Multimodal.

A Psicoterapia Breve e Abrangente é uma prática sistemática de aplicação de um vasto arsenal de técnicas de intervenção psicoterapêutica a curto prazo. Baseia-se no Sistema Multimodal criado por Arnold A. Lazarus, PhD. Ele orienta um atendimento flexível, sem adesão escrava a qualquer protocolo, aonde as necessidades do cliente vêm antes da estrutura teórica do terapeuta.

O conceito de “breve” neste enfoque longe está do que se poderia entender como superficial ou pouco profundo ou resumido. Ao contrário, a PBA é profunda e extensa no tempo que se dispõe!

Breve aqui se avisa que está em direção oposta ao modo como outras abordagens trabalham com tempo interminável. Na PBA cada oportunidade é considerada como a pedra lançada que não volta!

Este enfoque terapêutico pode ser comparado com o cuidado que se tem no Direito ao se aplicar a Teoria da Perda de Uma Chance, que surgiu na França vem sendo usada nos Estados Unidos e Itália e está em franco desenvolvimento no meio jurídico brasileiro.

Numa Terapia Breve e Abrangente há um plano de trabalho terapêutico pactuado entre o cliente e o terapeuta onde se leva em conta: os motivos do tratamento, a disponibilidade financeira, o evento traumático focalizado, o alvo que se quer ver alcançado, a possibilidade de frequência e os recursos – técnicas – que poderão ser empregados nesse intervalo.

Tudo isso fica combinado na primeira sessão quando se tem o Inventário Histórico de Vida  preenchido em casa pelo cliente,  à luz do qual se faz primeiras análises comportamentais para que na entrevista inicial, face a face, se comece a trabalhar.

Consultório de Psicologia em Curitiba